CAUSAS

O nosso olho produz constantemente um líquido chamado Humor Aquoso. À medida em que uma quantidade nova é produzida, a mesma quantidade deve ser drenada, o que mantém a pressão ocular dentro de níveis normais. Este líquido drena principalmente através de uma região chamada ângulo da câmara anterior. Se esta drenagem não ocorre de forma adequada, o líquido retorna, aumentando a pressão ocular, o que danifica o nervo óptico.

O nervo óptico, por sua vez, é formado por mais de um milhão de fibras nervosas. É como um cabo elétrico formado por muitos fios. À medida em que estas fibras nervosas morrem, se desenvolvem manchas cegas na visão. Isto não é percebido no início da doença, até que mais da metade do nervo óptico perca suas fibras.

Por isso, o glaucoma crônico  é considerado uma doença silenciosa, porque o paciente não percebe a sua doença no dia a dia, somente vindo a percebê-la quando já estiver em estágio avançado. Infelizmente, as fibras nervosas perdidas não se recuperam, o que pode levar à perda definitiva da visão.

Conheça os hábitos que podem agravar o glaucoma